quarta-feira, 17 de março de 2010

Destino X Livre Arbítrio

Cá estou eu queridos e fiéis leitores, para pagar uma dívida com vocês.

Prometi uns dois posts atrás, que falaria algo sobre destino e tudo mais, então tenho que pagar a promessa.

Porém, ao organizar as idéias sobre o assunto na minha cabeça, pra tentar fazer um texto mais organizado, descobri que se eu for escrever tudo que eu queria escrever, eu escreveria um livro. Não por ser um grande escritor, mas é que o próprio assunto rende muitas e muitas linhas.

Por isso vou tentar resumir o máximo que eu puder.

Eu já disso e repito quer não acredito em destino. Não acredito e não pretendo acreditar. Entendo que destino é o resultado de nossas ações e escolhas. Destino é algo que já aconteceu. Não que vai acontecer. Estranho né? Mas deixa eu tentar exemplificar.

Estar aqui escrevendo faz parte do meu destino. Sim, claro. Estou aqui. O destino se cumpriu, mas tão somente porque eu escolhi escrever. Eu escolhi criar um blog. Não porque "essa é minha hora" . Eu poderia [e deveria] estar trabalhando no momento. Um sujeito que morre de acidente de carro por exemplo. Era destino dele morrer? Era a "hora" dele? Eu não posso acreditar. Porque corria? Ou estava bêbado? Ou desatento? Ou dormiu? Pra todas as perguntas, ele poderia ter feito algo pra evitar o acidente. Não correr, não beber, prestar atenlçao na pista ou dormir em um hotel. Poderia citar milhões de exemplos. Até quando as coisas não estão no nosso controle, não podemos culpar o destino. A bala perdida por exemplo, que encontra um alvo, não era destino da pobre vítima morrer, um bandido que atirou com a arma, escolheu atirar e atingiu a vítima que também escolheu passar por lá naquela hora.

Todas essas escolhas fazem parte do livre arbítrio. Ele é que nos move. Nós podemos escolher. Somos donos do nosso próprio "destino" e nariz. Se você crê em Deus, vai dizer: Claro que não, Deus é que sabe. Sim. Claro. E Ele nos deu o livre arbítrio. Só que Ele sabe o que vai acontecer.

Independentemente de crença, estou certo que Deus, ou uma força maior, ou a natureza, coloca nas nossas vidas diversos caminhos. E nós podemos escolher. Só que nossas escolhas interferirão diretamente, em menor ou maior escalas, em nossas vidas, nas vidas de pessoas próximas, na vida de terceiros não próximos e na vida de quem não conhecemos e talvez nunca conheceremos. Não porque é assim, mas porque escolhemos assim.

Resumidamente é isso aí.

1 pensamentos:

Morena disse...

A vida é feita de foco, de escolhas. Uns são sorte e outros nem tanto! mas acredito que cada coisa que acontece na vida da gente tem um proposito.

Postar um comentário