sexta-feira, 9 de abril de 2010

Concorrência

O velho e pontual ditado diz que "Quem não dá assistência, abre concorrência".

Isso é inegável. É claro que tem casos que a concorrência é aberta mesmo com muita assitência, e tem raríssimos casos que a falta de assitência não enseja abertura de concorrência.

O meu caso também é um meio termo. Ela, não está dando a assitência necessária, não dá forma que ela mesma já deu no passado. Ela está sempre presente, porém, sentimentalmente tem sido falha e não tem "cuidado" de mim como se acostumou a fazer, ou como deveria.

E assim começaram as tentações, parece que sempre no começo do namoro (e o retorno é um re-começo, querendo ou não), terceiros vem prontamente tentando tirar você dos trilhos, roubar seu foco e te levar a traição ou ao término (se você for mais justo e correto). Parece que a medida que o tempo vai passando, as pessoas vão acostumando que você é comprometido (a), e vão diminuindo o ímpeto.

Não que este pobre macaco que rabisca as linhas deste humilde blog seja assediado constantemente por mulheres em busca de prazer, mas também não é de se jogar totalmente fora... e as tentações aparecem em todo lugar, na fila do banco, a cliente que você atende, aquela colega sua da 5ª série que era feia, nerd e gostava de você, que se tornou um mulherão e você reencontrou por acaso na rua, até a caixa do supermercado.

Sua cabeça se torna um turbilhão. O que fazer? Como fazer?

Eu sei o que eu faço - e não sei se é certo - mas eu sigo o caminho do amor. Mesmo sem a assitência que eu acho que eu mereço, e mesmo com as tentações e concorrência constantes, eu amo do meu jeito idiota de amar e vou sofrendo, sorrindo, vivendo, pensando, e sonhando no dia em que tudo vai melhorar. Sigo amando Ela como se fosse o primeiro e puro amor.

5 pensamentos:

MariannaSilva♥ disse...

Sentimentalmente afetada ;x pasmém sinto isso as vezes também, e falo a ELE.
Sinto que com o tempo nós nos acostumamos a viver a dois, é algo que entra em rotina,algo que vc não acha mais novidade, creio que acima de tudo o amor, e a vontade de recomeçar ainda existam, há uns meses passei por isso, passei pensando que ia melhorar da noite pra o dia, mais isso não acontece, sejamos realistas, não podemos mudar a pessoa que amamos e sim, nos acostumar com o que elas são ou com o que se tornara, se ela mudou vc também mudou, assim como eu e meu namorado.
Quanto ao post, adoro ver vc falar, vc fala de uma forma simples e que parece que escuto vc falando.
Beijos amigo ;)

MariannaSilva♥ disse...

Ops, e quando a sua história me parece bem parecida com a minha e vou sim querer saber todos os capítulos dessa novela ;D Assim que der juro que vou ler ;)
Tchau, indo pra aula de Tecnologia e educação agora ... ;/

♥♥NaNnA BeZeRrA♥♥ disse...

Vitor caríssimo,
Viver é essa bagunça mesmo! Mas, mesmo q n tenha pedido minha opinião, darei: Amor é um sentimento tão nobre, mas tão nobre, que não cabe dentro de desilusões e insatisfações. Quando a gente ama de verdade, a gente quer o outro feliz, mesmo longe. vivendo outras experiencias, amores, contextos. E a gente fica do lado de que, torcendo que os bons ventos soprem e quem amamos seja absurdamente feliz! e NÓS, VAMOS TOCANDO NOSSO BARCO, COM O CORAÇÃO LEVE E A ALMA PLENA. Amor não é escravidão ao servir do outro e suas ações em nossa direção.
Amar é seguir em frente. Guerreiro e valente. E daí, quem sabe, aquele sentimento não passe de ilusão!
Sorte, menino macaco que rabisca palavras tão lindas...
beijão♥

♥ Cαmilα Girαssol disse...

Quando amamos, a gente se contenta com pouco. Pelo menos um tempo, depois (TALVEZ) a gente perceba que amor não é bem assim.

Mas pode ser que com o tempo Ele (ou ELA) se toque e perceba que precisa cuidar também, e não apenas ser cuidado (a).


Um beijO

*May Lopes disse...

Putz,que merda hem...
=)
Você já tentou o mais prático?Tipo,falar tudo isso pra ela?

-conselho de alguém que já foi traída:


Doí demais!

Postar um comentário