quarta-feira, 7 de abril de 2010

Amizade

Saí do trabalho por volta das 19 e 30, entrei no carro meio sem saber se queria ir pra casa, estes dias não tem sido os melhores pra mim, e ficar em casa definitivamente não ajuda muito. Passei em na casa de um parente dEla, onde ela esperava para ir para a aula de inglês. Dez minutos que valem pelas outras 23 horas e 50 minutos do dia... pena que esteja tão na cara que Ela não sente o mesmo...
Depois que ela foi pra aula, pensei em ir comer um churrasco, ou pizza. "Vou sozinho. Não, não vou". Liguei pra um amigo que estava viajando, depois liguei pra outro que iria pra casa da namorada e o outro não atendeu, "deve estar na peteca" pensei. Sem opção, já que meus três fiéis e sempre presentes amigos (três dos poucos mais valiosíssimos amigos que tenho e moram na mesma cidade) não podiam, não me restava alternativa que não ir sozinho com meus pensamentos. Decidi pelo churrasco.

O churrasquinho é gostoso mas não é barato não, R$ 10,50 é o que eu gasto para tomar a minha Coca Zero e um espetinho de medalhão e um de carne bovina. Meus favoritos. Não me enche, mas já é alguma coisa.
Cheguei no local, nenhuma das duas atendentes que eu gosto estavam lá, pelo menos não que eu pudesse ver. Desligando o som, já pensava que só ficaríamos eu e meus pensamentos negros, carregados de tristeza e amargura, que somados a pitada de solidão momentânea, resultariam em mais choro antes de dormir. Ao descer do carro, eis que um sujeito sorridente se aproxima em sua motocicleta: "Parei no meio da rua quando vi seu carro Vítor!" - Era o segundo amigo que eu tinha ligado - "Estou indo buscar a namorada". "Trás ela pra cá pra comer um churrasco comigo" - convidei. "Vamos lá na lanchonete perto da faculdade comer um hamburguer? Estou buscando a namorada pra ir lá". Eu sorri e aceitei claro. Era um chance de não dar espaço aos pensamentos, e deixá-los em stand by até mais tarde.

Chegamos lá o terceiro amigo ligou, realmente estava na peteca que era lá pertinho. Passou lá, conversamos sobre internet, vídeos do You Tube, contamos piadas, sorrimos, bebemos e comemos. Agora já não eram mais só dez minutos de alívio eram trinta.

4 pensamentos:

*May Lopes disse...

Sei como eh!
Também tenho 3 inseparáveis amigas,mas nem sempre elas podem estar por perto neh?
Que bom que seu dia terminou bem,mesmo que sem ELA!
XD

Ah!
Meu msn novinho em folha!

maianilopes.s@hotmail.com

MariannaSilva♥ disse...

Que bom que seu dia teve um término alegre ;D
Repetindo: MESMO QUE SEM "ELA"
Ela por acaso já sabe desse seu interesse? Taí, chama ela pra um cineminha e fala algo como vc fala por aqui, de peito aberto ;)
Fica bem, aaah e tou seguindo vc táá?

Vítor Palmeiras disse...

Ela é minha namorada Mari... esse é o problema.

MariannaSilva♥ disse...

Ahh táá e nãão é mais fácil não? uashuahs
Eu falo tudo que sinto pra o meu namorado, apesar dele ser um pouco na dele, sem demostrar muito os sentimentos .. ;* Beijos

Postar um comentário