domingo, 22 de maio de 2011

O que não será dito

Sumi sim. É porque eu pensei, e olha que eu pensando é coisa rara, que você é jovem, linda, inteligente, de boa família e tem a vida toda pela frente, mas tem um macaco feio, bobo e tosco no seu pé, que não tem absolutamente nada para te oferecer.

Tem tanta gente especial mundo afora e eu fico te perturbando, tomando seu tempo, prendendo a algo que você já disse que não quer. Essa é a realidade, duríssima, mas a realidade, você não me quer mais e eu tenho que tentar lidar com isso, preciso largar de ser egoísta e deixar que você vá.

Claro que dói, a saudade é tanta e o aperto no coração tão grande que meu olhos se enchem d'agua. Por mim, você sabe disso, eu passava vinte e quatro horas por dia com você.

Enfim, você possivelmente vai pensar que estou me afastando pra eu poder viver minha vida, pra curtir minha viagem, curtir as festas, afinal eu não passo de um cachaceiro piolho de festa né? Mas quem sabe um dia você ficará sabendo que, se estou me afastando, não é por mim, nada é por mim, tudo que faço é pensando em você. Me afasto pra que você viva sua vida, pra que você curta as festas, pra que você curta a viagem que você fará em breve.

Enquanto isso, eu "curto" a saudade e a tristeza. Porque curtir a vida, sem você, não é facinho não.

1 pensamentos:

Cαmilα ♥ disse...

Pior que é bem assim mesmo! E sabe, eu estou sendo uma cachaceira piolha de festa, quando estou lá finjo que estou bem e quase acredito que algum dia vai passar toda essa dor.
=)

Mas ó seu bobo, você não pode nem por um minuto achar que não tem nada a oferecer, você seu Macaco é muito especial, acredite em mim.

Te amo, viu?! <3

Postar um comentário