quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Os desgraçados não morrem

Já faz um tempo ocorreu o seguinte diálogo entre dois amigos, sentados em uma mesa com mais amigos, para um lanche matinal.

- Cara, eu tô puto! - Desabafava o amigo.
- Uai véio, por que? - Interessou-se o outro.
- Não aguento mais o povo! Só porque eu namoro uma menina mais nova, ficam pegando no meu pé.
- Tenso hein? Mas fica de boa sô. - Contemporizando
- Não cara, eu não aguento mais me chamarem de pedófilo. Que palavra porca, horrível, podre. Eu amo a Diana, e você sabe muito bem o que pedofilia quer dizer... - Disse, de forma sincera e até comovente.

A esta altura, os amigos entendiam o sofrimento do outro, e escutavam com respeito.

- Pois é, mas você vai fazer o que?
- O próximo filha da puta que me chamar de pedófilo eu vou matar!
- Sério?!?! - Perguntou o outro com um certo ar de deboche.
- Sério!! Vou matar na porrada! - Disse o já nervoso amigo, com certa seriedade na voz.
- Pedófilo!! - Disse o outro com seriedade, já arrancando risos dos outros.
- Ah! Mas você não conta, você é um desgraçado... - Disse quase que sem saber o que dizer, o já nem tão stressado amigo.
- Oba! Os desgraçados não morrem. - Concluiu brilhantemente o outro amigo.

Risos gerais. Inclusive do stressadinho. A conclusão lógica foi muito bacana.



Obs 1: Pedofilia, a grosso modo quer dizer "atração sexual por crianças".

Obs 2: Por favor, diga não á pedofilia. Denuncie.

2 pensamentos:

Vanessa Souza Moraes disse...

E o que será dos "desgraçados"?
Rs.

Minerva Alanis disse...

Amei, achei super interessante a maneira com que você utiliza as palavras.. SUHAUHS'

Postar um comentário